Althair & Alexandre

August 6, 2018

COMEÇA AQUI UMA NOVA HISTÓRIA

Depois de mais de 25 anos de carreira vem a comunicação de que Ataíde & Alexandre, em sua segunda formação, uma das duplas mais importantes da música sertaneja mudou de nome, passando a se chamar Althair & Alexandre. Tal fato se deve ao motivo de Nelson Amado de Ataíde, o primeiro componente da dupla, ter entrado com uma ação na justiça pedindo que seu nome não seja mais usado pelos artistas.

Comunicado: “Comunicamos aos amigos, colaboradores, músicos, fãs e a todos que de certa maneira acompanham o trabalho da dupla Ataíde & Alexandre que a mesma daqui para frente se chamará Althair & Alexandre”.

 

Mas o público que acompanha o trabalho da dupla pode ficar tranquilo, que tudo continua como era antes. Apenas o nome sofre alteração. O show, basicamente, será o mesmo que seu público já está acostumado a ver, repertório, produção, equipe técnica e o mesmo carinho com os fãs. E também o mesmo cuidado na escolha das músicas para compor o repertório, tanto para o disco quanto para o show. Sucessos que marcaram época e que ainda continuam sendo bastante pedidos por seu público, somados aos sucessos atuais, sempre farão parte da trajetória vitoriosa da dupla.

UMA NOVA ETAPA, UM NOVO TRABALHO

 

“Bem Longe De Você”, de Fátima Leão, Alexandre, Alex Torricelli, Waléria Leão e Diego Vera, é a música de trabalho escolhida para esta que marca uma nova fase na carreira dos irmãos "Althair & Alexandre". Além de composições assinadas por Alexandre, anteriormente gravadas por outros artistas, o disco traz "Bem Longe De Você", uma canção que tem a pegada marcante da nova fase da música sertaneja moderna ou seja, bem no clima do sertanejo universitário.

Em uma entrevista ao Diário News Alexandre comentou sobre a nova fase da música sertaneja e não poupou críticas, afirmando que há muitas duplas procurando seu espaço, mas que poucas ficam no mercado, pois não se marca mais um grande sucesso como antes quando uma canção permanecia por vários meses entre as mais tocadas nas principais paradas de secesso de todo o país.

 

Nessa nova fase, as músicas de Althair & Alexandre estarão disponíveis também nas plataformas digitais (iTunes, Google Play, Spotify, Dreezer e Apple Music)

 

CAMINHOS TRILHADOS POR ALEXANDRE, ATÉ A IDEALIZAÇÃO DESTE TRABALHO, AGORA COMO "ALTHAIR & ALEXANDRE"

 

Em sua primeira formação, seguindo os passos de grandes estrelas da música sertaneja, a dupla Ataíde & Alexandre começa sua trajetória de sucessos em 1980.

Alexandre, que é natural de Carmo do Rio Claro/MG, não teve vida fácil. Antes de migrar para São Paulo trabalhou na roça, aprendeu violão e, aos 16 anos, começou a frequentar e a participar de programas de calouros, entre eles: Raul Gil e Sílvio Santos.

 

Foi garçom no Restaurante La Farina, durante algum tempo, e encontrou a real oportunidade como artista no Programa Linha Sertaneja Classe A da TV Record. Este caminho o levou, juntamente com Ataíde, a assinar o primeiro contrato com a Gravadora RCA Victor em 1982.

 

Em 1984, na Continental, alcançou o sucesso com a música “A Que Ponto Cheguei”, de Carlos Cezar e Antônio Queiroz e, em 1986, com o terceiro disco a consagração definitiva com a música Você Marcou Pra Mim, de Valdemar de F. Assunção e Constantino Mendes.

Essa canção deu a Ataíde & Alexandre a oportunidade inédita de participar do programa Globo de Ouro, da TV Globo, abrindo mais um caminho para a música sertaneja. E ainda na Globo, em outra oportunidade, a dupla prestou uma homenagem a Charles Chaplin, cantando no mesmo programa uma versão especial da música Luzes da Ribalta, de Charles Chaplin.

 

O ano de 1988, além de render para a dupla a oportunidade de homenagear Charles Chaplin, rendeu-lhe também um novo sucesso: Madrugada Amiga, de Roberta Miranda.

 

Com a carreira em alta, e com bons ventos a soprar, em 1989 um novo hit se apresenta para o sucesso. Era a vez de “Doces Palavras”, de Chico Roque, conquistar as paradas de sucesso e se tornar uma das músicas mais tocadas nas rádios de todo o Brasil naquele ano.

No ano seguinte com “Rosas E Versos”, de Paulo Debétio e Paulinho Resende, o sucesso se repetiu, sendo este o último grande sucesso dessa formação.

 

ATAÍDE & ALEXANDRE EM SUA SEGUNDA FORMAÇÃO.

 

Após a dissolução da primeira formação, Alexandre já iniciou a preparação para nova fase em sua carreira, agora com seu irmão mais novo fazendo a segunda voz. Porém, antes de dar sequência a nova etapa de "Ataíde & Alexandre"", a dupla ainda teve uma rápida passagem como “Alexandre & Adriano”, chegando a lançar duas músicas de trabalho “Te Amo De Graça” e “Morrendo De Ciúme, ambas de Alexandre e Jefferson Farias (1994).

 

Em 1996 Alexandre entra em estúdio, juntamente com seu irmão, para a gravação de “De Cara Nova”, de Rick e Alexandre pela gravadora Velas.

Esses seis anos, entre a primeira e segunda formação de Ataíde & Alexandre, foi um período que também serviu para que Alexandre pudesse aflorar seu espírito criativo e lançasse vários sucessos de sua autoria com a maioria dos artistas sertanejos.

 

Só para citar alguns exemplos, veja algumas de suas composições na voz de outros artistas consagrados do cancioneiro sertanejo, dentre eles: CHITÃOZINHO & XORORÓ com “Página De Amigos” (Alexandre e Rick) e “Eu Menti” (Alexandre e Rick); ZEZÉ DI CAMARGO & LUCIANO com "Nóis Namora (Alexandre e Jean Spagno), “E Deus Por Nós” (Alexandre, Darcy Rossy e Serginho Sol) e “Toneladas De Paixão” (Alexandre, Darcy Rossi e Serginho Sol); JOÃO PAULO & DANIEL com “Hoje Eu Sei” (Alexandre e Rick) e “A Culpa É Sua” (Rick e Alexandre); BRUNO & MARRONE com “Apaziguar” (Alexandre, Darcy Rossi e Roberto Merlim) e “Apenas Um Sorriso” (Alexandre, Fátima Leão e Neto); RIONEGRO & SOLIMÕES com "Ô De Casa, Ô De Fora" (Alexandre e Pinóchio); CLEYTON & CAMARGO: com "Agenda Rabiscada" (Alexandre e Rick); GINO & GENO com "Quando Ela Quer" (Rick e Alexandre) e "Eu Já Fui De Você" (Alexandre, Rick e Wagner Santos); RICK & RENNER com "Nóis Tropica Mais Não Cai" (Rick e Alexandre) e "Cara De Pau" (Roberto Merlim e Alexandre); MILIONÁRIO & JOSÉ RICO com “Tempestade De Paixão” (Alexandre e Rick), e EDUARDO COSTA com "Amor de Violeiro" (Rick e Alexandre).

 

E O CAMINHO SE ABRE NOVAMENTE

Após lançar o primeiro trabalho dessa nova fase, Alexandre volta a reencontrar o sucesso com a marca Ataíde & Alexandre, dessa vez na Paradox, com “Deus Me Livre”, dele, Darci Rossi e Serginho Sol, que mais tarde também seria gravada pelo grupo Raça Negra.

 

Dois anos depois, de volta à Continental para se consagrar definitivamente com “Laço Aberto” , outra composição dele, Darcy Rossi e Serginho Sol, Alexandre marca com seu irmão mais um capítulo de sucesso de Ataíde & Alexandre.

Na sequência, sempre com o mesmo sucesso, outros trabalhos merecem ser destacados: "Estrada Do Amor" (2001), "o acústico" (2002) onde a dupla reedita os sucessos de Alexandre nas vozes de outros grandes intérpretes, “Tá Nervoso... Vai Pescá” (2003), "Acordo Pra Sonhar" (2004), "Festa de Sucessos" (2005), "Recomeçar" (2006), "Do Jeito Que A Galera Gosta" (2007), "Momento Especial 2" (2010), "Intuição" (2013), "Nos Bares Da Vida" (2014), "Ao Vivo Em Vitória" (2015) e "Majestade A Mulher" (2016).

 

CLIMA TEMPO

 

Nessa canção Althair & Alexandre homenageiam a “Climatempo”, maior empresa privada de meteorologia do país.

 

Clima Tempo é uma composição de Léo Vinicius, Junior Lucas e Rene Rocha, que contou com a produção musical de Jéfferson Andrade, com lançamento e distribuição nacional pela Uai Shows, escritório da própria dupla.

E para finalizar, nós da Agenda Brasil Eventos, desejamos a Althair & Alexandre um caminho aberto para novos desafios e novos sucessos...

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Festival de Inverno de Monte Sião

May 7, 2019

1/4
Please reload

Posts Recentes