Pop Rock - Contexto cultural

January 6, 2018

O pop rock é um estilo com características menos radicais que o rock, especialmente o rock pesado, como o Heavy Metal e Power Meta. É a famosa temática do popular, do rock mais suave em relação ao Rock’in’Rooll ou seja, o rock onde o rock também é pop.

 

Em síntese, no pop rock as músicas são mais suaves em relação ao rock, e próximas ao estilo comum de música pop, tendo sido uma alternativa mais suave ao rock and roll na década de 1950, quando se originou.

 

A partir dos anos 60 surgem novas alternâncias para o rock e a perspectiva para várias tendências musicais como o Power pop, rock psicodélico e folk rock. A Allmusic considerou o termo power pop como um cruzamento entre o hard rock da banda The Who e das melodias doces dos Beatles e Beach Boys.

 

Ainda nesta década podemos dar um exemplo de pop rock bem sucedido, a banda Bee Gess que alcançou o topo do sucesso com canções como Massachusetts, To Love Somebody e Words.

 Bee Gess

 

Formada nos anos 70, a banda irlandesa U2 e a banda norte americana R.E.M. também podem ser chamadas de bandas pop. Essas bandas ultrapassaram o subgênero, transformando-se em ícones do pop-rock.

 

Com a divisão entre o pop e o rock, na década de 70, as músicas destinadas ao consumo ficaram denominadas como pop, enquanto o rock manteve suas origens.

 

No Brasil, Os Paralamas do Sucesso , uma banda recém chegada de Brasília acenava para o sucesso, com Hebert Vianna (vocalista e guitarra), João Barone (bateria), Bi Ribeiro (contrabaixo), para se juntar a Lulu Santos, Ritche, Titãs e Nenhum de Nós, dentre outros nomes importantes.

 

No início a banda tinha como baterista Vital Dias, que inclusive inspirou a canção “Vital e Sua Moto”.

  Os Paralamas do Sucesso

 

Com a crescente demanda do rock nacional, várias bandas atingiram o sucesso na década de 1980, mostrando a força do pop rock no Brasil, com vários nomes alcançando marcas relevantes de prestígio e venda, dentre eles: Titãs, Biquini Cavadão, Blitz, Capital Inicial, Kid Abelha, Kiko Zambianchi, Leo Jaime, Roupa Nova, Supla, Rádio Táxi e Legião Urbana, um dos maiores fenômenos do pop nacional, com influências de The Smiths e R.E.M.

 

A Legião Urbana foi a banda de maior sucesso a fazer parte do chamado Rock de Brasília, liderada pelo carismático e controverso Renato Russo.

 

Os anos 80 evidenciaram uma década com muita consistência e força para o rock nacional, quando nomes importantes da MPB e da música romântica cederam espaços na mídia para artistas influenciados pelas novas tendências internacionais.

Legião Urbana

 

Apesar da imensa massificação do pop rock da década anterior, a década de 90 também contribuiu para o surgimento de novos nomes importantes no cenário nacional, como: Cachorro Grande, Cássia Eller, Charlie Brown Jr., CPM 22, Detonautas, Jota Quest, Skank, Los Hermanos, LS Jack, NaçãoZumbi, O Rappa, Pato Fu, Pitty, Raimundos, Rosa de Saron, Tihuana e Mamonas Assassinas que apresentava um rock lúcido juvenil, com hits como Pelados em Santos e Robocop Gay. Nessa época o Brasil ficou marcado com o estrondoso sucesso alcançado pela banda de Guarulhos.

 Mamonas Assassinas

 

Surge uma nova geração do pop rock com a chegada dos anos 2000.

 

O certo é que na década de 2000 as bandas de rock fizeram coisas mais pop, com letras vagas e sem sentido. Mas também surgiram bandas que sobressaíram e fizeram a diferença nas canções.

 

Com a explosão dos multiconteúdos e multiplataformas, o contato com a música além do rádio ficou facilitado. E o que rolou de melhor na música brasileira entre início de 2000 e final de 2009 foi a mudança total dos parâmetros de difusão da música, década em que bandas independentes ganharam mais espaço com o domínio da internet.

 

Nessa década, entre as músicas mais tocadas estão: Música Para Beber e Brigar (Matanza), Semáforo (Vanguarte), Pra Quem Já Mordeu Um Cachorro por Comida, até que eu Cheguei Longe (Emicida), Movimento (Banda Black Rio, e, Mais um Lamento (Céu).

 Céu

 

Começa 2010 e novas estrelas continuam surgindo e despontando no cenário artístico nacional e internacional, ainda que algumas surgiram antes desse período, mas que alcançaram o sucesso a partir da entrada da nova década.

 

No cenário internacional figuras fundamentais para a década são os nomes no momento: as americanas Ariana Grande e Meghan Trainor, o inglês Sam Smith e a australiana Lggy Azalea.

 

Já no Brasil, de uns tempos para cá, o que ouvimos de grande parte das pessoas são reclamações que não há mais música brasileira de qualidade, considerando letra, harmonia e arranjos, e, que tudo se prende às músicas antigas.

 

Mas alguns nomes chegam para quebrar conceitos como artistas corajosos, independentes e originais. Suricato, Absinto Muito, Apanhador Só, Dibigode, Graveola e o Lixo Polifônico, Malta, Lupe de Lupe, Selvagens à Procura de Lei e Tópaz.

Suricato

 

...

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Festival de Inverno de Monte Sião

May 7, 2019

1/4
Please reload

Posts Recentes

January 1, 2019

December 24, 2018